Papas Perversos

Sinopse

Cada um dos papas considerados em detalhe neste livro, desde o gentil Papa-eremita Celestino V ao degenerado Rodrigo Borgia e ao imperador-papa Bonifácio VIII, partilharam um fardo pesado. Eram não só líderes espirituais da Europa mas, através de uma audaciosa falsificação ( a intitulada Doação de Constantino), também eram Príncipes territoriais lutando para manter o controlo sobre uma enorme secção da Itália. As carreiras destes papas demonstram o desastroso efeito da combinação entre religião e política que conduziu pelo menos ao evento com que este livro termina – O Saque de Roma em 1527.