Os Sentidos Do Trabalho: Ensaio Sobre A Afirmação E A Negação Do Trabalho

Sinopse

Contrariamente às teses que advogavam a perda do significado do trabalho na sociedade contemporânea, Os Sentidos do Trabalho, apresenta uma nova morfologia do trabalho, cujo elemento mais visível é seu desenho multifacetado, onde convivem precarização e qualificação, instabilidade e desemprego, labor intelectual e esforço manual. São os/as terceirizados, subcontratados, temporários, part-time, imigrantes etc, homens e mulheres que se ampliam segundo a lógica da "empresa flexível", especialmente nos serviços, nas tecnologias de informação e comunicação, de que são exemplos as trabalhadoras de telemarketing e cal center, dentre tantos outros. O livro procura oferece uma conceção ampliada de trabalho, explorando a hipótese de que uma nova morfologia do trabalho significa também uma nova morfologia das lutas sociais globais.