Cadernos Do Potomac

Sinopse

Cadernos do Potomac é uma soma de registos. Nada mais. Ao contrário dos meus livros anteriores, apoiei-me aqui e ali em papéis que fui guardando e, algo surpreendentemente, resistiram a mudanças de cidade e de país. Quanto à maneira de escrever o livro, fiz como o meu Mr. Granville, figura que retratei num poema intitulado «MERZpic»: lá dentro entusiasmou-se remexeu pastas gavetas lembrava-se e ia mostrando Cascais, Maio de 2008 Emocionado com o regresso da democracia a Portugal, Luís Amorim de Sousa abandonou a vida que tinha construído em Londres para aceitar um cargo profissional junto da Embaixada de Portugal em Washington. Esperavam-no uma cidade e um cargo desconhecidos, e uma Embaixada em fase de transição para a defesa de valores diferentes. Jimmy Carter estava prestes a dar início à sua presidência. Chegado a Washington, cidade do Potomac, os muitos episódios que descreve levam-nos a conhecer os meios que frequentou, as figuras singulares que conheceu e dois países, Portugal e os Estados Unidos, hoje bem distanciados do seu passado recente.