O Poder Local Português E A Construção Europeia: O Estado Labiríntico Revisitado

Sinopse

O presente livro resulta de um projecto de investigação dedicado aos processos nos quais o poder local português se viu envolvido na sequência das mudanças induzidas pela construção europeia. Procura analisar o impacto da construção europeia nas realidades locais nacionais, de modo a apreender o alcance das transformações, ou a força das inércias, que se produziram em resposta às oportunidades, incentivos, orientações ou constrangimentos transmitidos pela UE.

O período em análise, incide sobretudo na experiência que o poder local português teve do III QCA. A pertinência da publicação deste trabalho nos dias de hoje – condicionados pela crise que atravessa o espaço europeu, afectando de modo particular Portugal, e marcados pelo debate sobre o próprio processo constituinte europeu – reside no chamar a atenção para a manutenção de traços do sistema político português que se reflectem para o exterior, no centralismo que marca as relações entre o poder local português e a Europa. Trata-se, portanto, de olhar criticamente para um passado recente, de maneira a avaliar aquilo que terá sido uma experiência decisiva não só para o poder local, mas também para a evolução do país em termos de desenvolvimento territorial e de europeização.