Lotte E Zweig

Sinopse

O destino os aproximou. Mas poderá também separará-los? Joey Gray acaba de se mudar para uma pequena e estranha cidade, e está se sentindo um pouco perdida. Até encontrar um garoto misterioso e encantador bem próximo de sua casa. UMA DAS MAIS TOCANTES TRAGÉDIAS FOMENTADAS PELO TERROR NAZISTA NO BRASIL, NAS PALAVRAS DE DEONÍSIO DA SILVA. Escritor austríaco judeu, biógrafo de destaque, humanista, pacifista e crítico do nazifascismo, Stefan Zweig (1881-1942) refugiou-se no Brasil com a esposa, Charlotte Elizabeth Altmann, em 1940. Escreveu "Brasil, país do futuro", livro no qual retratou o nosso país e interpretou o espírito brasileiro, o que rendeu ao Brasil, até hoje, o famoso apelido. Mas Zweig não viveu por muito tempo entre nós.Em 1942, foi encontrado morto ao lado da esposa em seu pequeno bangalô em Petrópolis. Fato que até hoje não se esclareceu completamente: suicidaram-se ou foram suicidados? Não houve autópsia sob a alegação de não incomodar os mortos. A história social e política da época não deixa dúvidas de que havia razões para um assassinato. Mas Zweig deixou uma carta de despedida justificando-se: quando alcanço 60 anos de idade, seriam necessários esforços imensos para reconstruir a minha vida, e a minha energia está esgotada pelos longos anos de peregrinação... Afinal, o que ocorreu naquela noite?