Sinopse

RECOMENDADO PARA MAIORES DE 18 ANOS

Qual será o seu papel, leitor?

Serão seus os ouvidos do psicanalista Bernardo Genuss, testemunha auditiva da história? Ou vai se reconhecer no retrato do herói inominado que precisa contar a vida, antes que morra?

Seja no divã ou na poltrona, prepare-se para uma narrativa veloz, rítmica, arrebatadora.

Com texto erguido a cinzel, Luis Erlanger usa o método jornalístico de apuração a serviço da ficção mais fidedignamente delirante, obedecendo a um dos inúmeros “colaboradores” desta obra, Mark Twain:

“Primeiro, informe-se muito bem dos fatos, para, depois, poder distorcê-los o quanto quiser.”

Ou, nas palavras de Arthur Schopenhauer, “um homem pode fazer o que quer, mas não escolher o que ele quer”.

— Pedro Bial